Capital de giro: a importância para o sucesso de uma loja de móveis

Dentre as tarefas que você executa diariamente em sua loja, está o pagamento de contas — água, energia elétrica, telefone, fornecedores diversos —, e o recolhimento de impostos. Quase que diariamente você precisa dispor de recursos em caixa para efetuar pagamentos de curto prazo, certo? Você já sabe que o sucesso de uma loja de móveis depende diretamente de manter essas contas em dia.

De onde vem os recursos que você utiliza para efetuar tais pagamentos? Como você consegue manter o estoque que garante a entrega de todos os móveis que vende? O conjunto desses recursos que permitem o funcionamento diário de uma empresa é chamado capital de giro.

Mas, o que é capital de giro?

Capital de giro é o nome que damos aos recursos necessários para financiar as atividades rotineiras de sua empresa: aquisição de itens para o estoque, cobertura de despesas operacionais, financiamento de clientes nas vendas a prazo etc.

Mercadorias em estoque, dinheiro no caixa ou na conta corrente, aplicações financeiras e  estoque de matéria-prima são exemplos de capital de giro.

Qual é a importância do capital de giro?

Você já deve ter percebido que, sem recursos diários, é impossível conduzir as atividades de uma empresa, não é mesmo? Por isso, é tão importante fazer a previsão das necessidades de capital de giro desde a etapa de elaboração do Plano de Negócios.

Fazendo um controle efetivo do capital de giro, você poderá saber qual é o melhor momento para comprar e quais prazos poderá assumir, manter suas contas em equilíbrio e planejar com segurança os investimentos que julgar necessários.

Para saber qual é o capital de giro existente e quanto é necessário, basta que você faça alguns cálculos a partir de informações da conta caixa, das contas bancárias e contas a receber, além do valor em estoque.

Você vai somar todos os recursos que puderem se transformar imediatamente em dinheiro: estoques, contas a receber, aplicações financeiras etc. Daí, é só subtrair desse montante as contas a pagar: pagamento de fornecedores, salários, impostos a recolher etc. O que sobrar será o seu capital de giro disponível.

Como administrar o capital de giro?

O ideal é que as despesas rotineiras sejam cobertas com os recursos oriundos das atividades da empresa. Se você não fizer uma gestão adequada do capital de giro de sua loja de móveis, poderá ter que obter empréstimos bancários, pagando juros altos. Isso compromete a saúde financeira de sua empresa, pois aumenta a necessidade de capital de giro para pagar esses juros.

Quando sua loja efetua uma venda a prazo, só vai receber por ela ao fim desse prazo. No entanto, precisa de recursos para honrar os compromissos imediatos, correto? Esse é mais um momento em que você vai precisar de recursos para financiar essa venda a prazo. Por isso, é sempre recomendável negociar com os fornecedores prazos maiores ou, pelo menos, iguais àqueles concedidos aos seus clientes.

Agora, você já é capaz de reconhecer a importância do capital de giro para o sucesso de uma loja de móveis. Então, basta você efetuar o registro e o acompanhamento das contas, fazendo as previsões de capital necessário e terá os recursos para manter o funcionamento de sua empresa.

Mas, você pode fazer muito mais para melhorar o seu desempenho. Quer saber mais? Leia nosso post sobre os indicadores de desempenho e como utilizá-los para melhorar sua loja.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"