9 erros que os empreendedores iniciantes devem evitar

Carreira cada vez mais admirada por profissionais que desejam flexibilidade e autonomia, o empreendedorismo pode até parecer simples para quem tem uma ideia forte de negócio. Ainda assim, a atividade demanda certos cuidados para que cada escolha não se torne motivo de problemas na empresa.

O planejamento deve fazer parte da rotina de todos os empreendedores, sejam estes iniciantes ou experientes no mercado. Como proprietário de uma nova proposta de negócio, é preciso que você reflita antes de cada decisão e respeite uma ordem de etapas para evitar falhas e prejuízos.

Para ajudá-lo nesse começo, selecionamos os principais erros dos empreendedores iniciantes que você deve evitar durante a gestão do próprio negócio. Confira!

1. Desconhecer os concorrentes

Por mais atrativo que pareça, seu modelo de negócio provavelmente já está presente no mercado e é exercido por empresas que agora se tornam suas concorrentes. Desconsiderando essa situação, muitos empreendedores perdem as chances de competir no nicho em que se inserem, oferecendo produtos com preço mais elevado ou até mesmo condições de compra pouco vantajosas para o cliente.

Para evitar o problema, dedique um tempo para avaliar como os outros gestores desenvolvem e aplicam seus negócios nesse mercado. Certifique-se também de que o cliente já passou pela concorrência antes de definir seu preço e as condições de venda.

2. Desconhecer os clientes

Entre outras características, as marcas sólidas em geral têm uma semelhança: elas conhecem seus clientes e focam em suas necessidades. Diferente disso, alguns empreendedores — confiando demais no potencial do próprio produto — sequer buscam saber se o que oferecem é realmente um diferencial para os consumidores.

Para manter o ritmo ou aumentar as vendas, é preciso pesquisar sobre o seu público e entender o que ele busca. Atender às expectativas das pessoas será determinante para a futura fidelização e o sucesso dos negócios

3. Divulgar de maneira ineficiente

Pode parecer exagero, mas muitas empresas com grande potencial ficam escondidas no mercado, e isso é reflexo de uma divulgação ineficiente. Tal papel deve ser pensado e executado pelo gestor do negócio, por meio de um bom plano de marketing.

Não fique na sombra: analise e escolha os melhores meios para apresentar sua empresa ao público. Você pode apostar na mídia tradicional — jornais, revistas, rádio — e até investir no marketing digital com as ferramentas dos sites, blogs e das redes sociais.

4. Não buscar inovação

Esqueça a ideia de que empresa consolidada não precisa de inovação. Aliás, essa é uma característica que diferencia as grandes marcas dos negócios mal resolvidos. Tenha em mente que mesmo ao atingir um patamar alto no mercado, você precisa, sim, garantir a qualidade e o bom atendimento aos clientes.

Essa qualidade se mantém com mudanças e novidades. Portanto, evite o comodismo tentador e faça a diferença. Pensar em novas estratégias e na criação de produtos e serviços de destaque é uma maneira de valorizar tudo o que você já conquistou ao longo do tempo na carreira empreendedora.

5. Contar com empréstimos

Na necessidade de adquirir novos recursos para o negócio, muitos empreendedores veem nos empréstimos alternativas bastante tentadoras. Embora uma ou outra dessas operações sejam facilmente quitadas após um momento de necessidade, é importante lembrar que nunca devem ser a primeira opção para resolver os problemas.

Em um futuro mal planejado, diversos empréstimos podem se acumular em dívidas e levar o negócio à falência. Fique longe disso adotando uma postura crítica e reflexiva, a fim de avaliar se cada recurso desejado é realmente necessário no momento.

6. Administrar mal as finanças

Considerando o item anterior, é comum encontrar empresas fortes que ainda não adotaram um bom método para a administração das finanças. Se essa etapa tão fundamental para o controle de despesas e conhecimento do orçamento da empresa não for bem organizada, é provável que o negócio corra sérios riscos.

Você pode evitar o problema delegando funcionários específicos para essa função — controle de caixa, inserção de dados em planilhas —, investindo em um bom software para a gestão e a centralização de operações. Mais do que evitar dívidas, manter um caixa positivo permitirá que novos investimentos para o seu negócio sejam sempre possíveis.

7. Negligenciar o estoque

O estoque de uma empresa contém boa parte do seu investimento em produtos, o que o torna um espaço valioso para o desenvolvimento do negócio. Acontece que empreendedores iniciantes nem sempre cuidam do gerenciamento do seu estoque, fato que prejudica a saúde financeira de toda a empresa.

Para evitar o problema, procure acompanhar cada movimentação no seu estoque, controlando a entrada e a saída de produtos, a fim de evitar mercadorias estacionadas e consequentes prejuízos. Essa ação permite a você organizar as contas para adquirir somente o necessário junto aos fornecedores e ainda evitar clientes insatisfeitos com a falta de produto.

8. Não delegar funções

Dentro de qualquer empresa, gestores, colaboradores e funcionários devem ter suas próprias funções. Isso não significa que você precise tirar a autonomia de cada um — característica que é vantajosa em muitas situações —, mas sim que deve delegar tarefas específicas às equipes para que nenhuma etapa seja deixada de lado. 

Com pessoas focadas em determinada tarefa, a finalização dos processos é agilizada e feita com maestria, o que é benéfico para toda a companhia.

9. Ser um líder ausente

Um grande erro dos empreendedores iniciantes é não participar da rotina da empresa com as equipes de colaboradores. Muitos deles adotam a postura e atitudes de chefe, se considerando alguém mais importante que os demais. Evite essa comum hierarquia forte e seja um exemplo para motivar seus companheiros de trabalho.

Um trabalho realizado em conjunto, e no qual todos acreditam no futuro da empresa, é muito mais valorizado no mercado, na medida em que garante maiores chances de competitividade.

Mais do que vontade de crescer, os empreendedores iniciantes devem acreditar no seu negócio para que realmente tomem os cuidados que são essenciais para seu desenvolvimento e o futuro destaque no mercado.

E você, já cometeu algum desses erros na vida empreendedora? Deixe seu comentário e compartilhe suas experiências!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"